OCORRÊNCIA DE LESÕES INDICATIVAS DE BRUCELOSE E TUBERCULOSE EM FÍGADO, LÍNGUA E PULMÃO DE BOVINOS ABATIDOS SOB INSPEÇÃO FEDERAL NO MUNICIPIO DE ARAGUARI, MINAS GERAIS

K. F. LIMA, W. M. R. SOUSA, R. F. VIEIRA, D. P. NUNES, R. Q. MOREIRA

Abstract


Objetivou-se verificar a ocorrência de lesões hepáticas, linguais e pulmonares indicativas de brucelose e tuberculose bovina em um abatedouro-frigorífico com Serviço de Inspeção Federal (SIF) localizado no município de Araguari – MG. Para isso foi feito um estudo retrospectivo da presença de lesões indicativas de brucelose e tuberculose nos órgãos fígado, língua e pulmão de 71.765 bovinos abatidos em todo o ano de 2014. O levantamento dos dados foi feito a partir de todos os registros do Departamento de Inspeção Final (DIF) do abatedouro-frigorífico, contabilizando os números de lesões por mês, e posteriormente o total daquele ano. Para as lesões de brucelose, consideraram-se as informações de diagnóstico positivo para esta doença na Guia de Trânsito Animal (GTA). Em apenas três animais (0,004%), entre os 71.765 bovinos abatidos no período estudado, foram identificadas lesões indicativas de brucelose no fígado, na língua e nos pulmões. Para as lesões indicativas de tuberculose, foi encontrada uma frequência de 109 bovinos (0,15%) com lesões no fígado, na língua e nos pulmões. Além desses casos, foi observado mais um bovino que apresentava tuberculose miliar. Portanto, conclui-se uma ocorrência de lesões indicativas de brucelose e tuberculose entre os bovinos abatidos no ano de 2014 em um abatedouro-frigorífico com Serviço de Inspeção Federal (SIF) do município de Araguari – MG, representando risco à saúde pública, visto que há indícios da ocorrência destas duas zoonoses, mesmo que em uma baixa frequência de casos.

PALAVRAS-CHAVE: ZOONOSE. ABATEDOURO. Brucella abortus. Mycobacterium bovis. CONDENAÇÃO POST-MORTEM.

ÁREA TEMÁTICA: Higiene e Inspeção de Produtos de Origem Animal



DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2015v31n2p84