PESQUISA DE Campylobacter fetus e Tritrichomonas foetus EM REPRODUTORES BOVINOS DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

D. F. R. FRIAS, L. O. C. SILVA, C. O. SOARES, V. F. SOUZA, D. I. KOZUSNY-ANDREANI

Resumo


A Campilobacteriose e a Trichomonose genital bovina são doenças infectocontagiosas, de transmissão sexual, que causam graves problemas reprodutivos. O objetivo do trabalho foi pesquisar a presença de Campylobacter fetus e Tritrichomonas foetus em touros utilizados na monta natural em rebanhos de alta genética. Foram selecionadas 10 fazendas do Estado de Mato Grosso do Sul e coletado esmegma dos reprodutores utilizados na última estação de monta por meio da introdução de swab estéril acoplado a uma pipeta de inseminação. Estes animais estavam em repouso sexual a 20 dias e foram realizadas três coletas, com intervalo de 15 dias. Para cultivo de Campylobacter fetus, o material foi colocado em meio de transporte de Lander, incubado por 72 horas a 37°C e filtrado. Alíquotas de 0,1mL do material filtrado e não filtrado foram inoculadas em ágar BHI acrescido de 10% de sangue desfibrinado de equino com suplemento seletivo para Campylobacter e incubadas em jarras Gaspack, em microaerofilia, a 37ºC por 72 horas. Em seguida, foi realizado esfregaço e coloração de Gram nas colônias suspeitas, as quais foram submetidas a testes bioquímicos. Para o cultivo de Tritrichomonas foetus, a amostra coletada foi colocada em tubo tipo Falcon contendo 10 ml de meio Lactopep e incubado a 37 °C, por 10 dias, com observação diária em microscópio de contraste de fase, e em casos suspeitos foi realizada a coloração de Giemsa.
Em todas as amostras analisadas, nenhuma apresentou crescimento de Tritrichomonas foetus e/ou Campylobacter fetus. Notou-se que em rebanhos bovinos produtores de alta genética, as estratégias indicadas para o controle desses patógenos acontecem de maneira natural, assim, é comum sua ausência. Já em rebanhos que adquirem animais para reprodução, além da manutenção destas medidas estratégicas, também seria interessante a utilização da vacinação nestes animais, pois a mesma vem demonstrando alta eficácia.

PALAVRAS-CHAVE: BOVINOS. CAMPILOBACTERIOSE. DOENÇAS REPRODUTIVAS. TRICHOMONOSE.

AGRADECIMENTOS: FUNDECT/MS, CNPq, Embrapa Gado de Corte, Universidade Camilo Castelo Branco – UNICASTELO/Fernandópolis, fazendas parceiras.

ÁREA TEMÁTICA: Doenças Infecciosas.

Texto completo:

PDF - TRABALHO


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2015v31n2p92