PREVALÊNCIA DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA LEUCOSE DOS BOVINOS EM ANIMAIS DA RAÇA SIMENTAL, CRIADOS NO ESTADO DE SÃO PAULO.

E. H. BIRGEL JUNIOR, W. M. C. DIAS, R. M. SOUZA, F. C. POGLIANI, D. B. BIRGEL, E. H. BIRGEL

Resumo


A taxa de prevalência de anticorpos séricos antivírus da Leucose dos Bovinos foi estabelecida em uma população de 476 bovinos, da raça Simental, criados no Estado de São Paulo por meio da prova de imunodifusão em ágar gel, utilizando-se o antígeno glicoprotéico (gp 51) do envelope do vírus. A taxa de prevalência de portadores de anticorpos anti-Vírus da Leucose dos Bovinos foi de 9,24 % (44/476), sendo que 85,7% (6/7) dos rebanhos avaliados apresentaram animais sororeagentes. A estratificação da população em faixas etárias demonstrou ser a prevalência maior nos animais mais idosos. Os resultados obtidos foram os seguintes: bezerros com até 3 meses de idade ? 0,00%(0/55); de 3 a 6 meses ? 0,00% (0/41); de 6 a 12 meses ?1,07% (1/93); de 12 a 24 meses ? 4,49% (4/89); de 24 a 48 meses ? 9,78% (9/92); de 48 a 72 meses ? 13,52% (12/51) e com mais de 72 meses de idade ? 32,72% (18/55).
PALAVRAS-CHAVE: Vírus da leucose dos bovinos.Prevalência. Bovinos. Raça Simental.

Texto completo:

Artigo na Íntegra - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2006v22n2p122-129