INFLUÊNCIA DO SEXO E DA IDADE NOS VALORES SÉRICOS DAS BILIRRUBINAS, AST E GGT DE CAVALOS DA RAÇA MANGALARGA.

F. J. BENESI, M. N. S. RODRIGUES, D. L. HOWARD, T. A. NORONHA, P. M. SOUZA, M. L. R. LEAL, R. M. S. MIRANDOLA, W. R. FERNANDES

Resumo


Com o propósito de estabelecer valores de componentes bioquímicos em eqüinos sadios, da raça Mangalarga, criados no Estado de São Paulo, utilizaram-se amostras de soro sangüíneo de 167 animais (98 fêmeas e 69 machos), distribuídos por sete grupos experimentais, segundo a estratificação etária, sendo cada um deles dividido em dois subgrupos, de acordo com o sexo. Os constituintes bioquímicos estudados foram as bilirrubinas (total, direta e indireta) e as enzimas aspartato aminotransferase (AST) e gama glutamiltransferase (GGT). Considerou-se na análise dos resultados a influência dos fatores etário e sexual. As concentrações séricas de bilirrubina total, indireta e direta apresentaram valores médios que variaram,respectivamente, de 1,08 a 1,56; 0,81 a 1,26 e 0,26 a 0,35 mg/dl; somente as bilirrubinas total e indireta demonstraram variação significativa sob influência dos fatores etário e sexual, caracterizadas por aumento significativo dos seus valores, com concentração máxima observada entre 49 e 96 meses de vida, como também, por verificar-se maiores valores médios nos machos. A atividade da AST variou entre 120,1 e 140,3 UI/L, observando-se somente a ocorrência de significativa influência de fator etário, pois potros com idade variando entre 7 e 12 meses apresentavam valores maiores que aqueles obtidos nos demais grupos. A concentração sérica da GGT variou entre 7,2 e 12,5 UI/L, sendo influenciada pelos fatores etário e sexual, descrevendo-se diminuição dos resultados com o evoluir da idade, obtendo-se um valor mínimo entre 13 e 24 meses de idade, e maiores valores em eqüinos machos.
PALAVRAS-CHAVE: Eqüinos. Bioquímica sérica. Bilirrubina. AST. GGT

Texto completo:

Artigo na Íntegra - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2006v22n2p103-111