MONITORING OF NATURAL INFECTION BY BOVINE VIRAL DIARRHEA VIRUS (BVDV) IN CATTLE HERDS / Monitoramento da infecção natural pelo vírus da diarréia viral bovina (BVDV) em rebanhos bovinos.

F. C. DIAS, K. C. MÉDICI, B. ALEXANDRINO, E. C. DIAS, A. A. ALFIERI, S. I. SAMARA

Resumo


A infecção natural pelo vírus da diarréia viral bovina (BVDV) foi monitorada em três rebanhos bovinos por meio de amostras de soro sangüíneo, obtidas em várias colheitas realizadas em cada rebanho, que foram submetidas ao teste de virusneutralização (VN) para o BVDV-1 e para o BVDV-2. As amostras não reagentes a pelo menos um dos genótipos e aquelas oriundas de bovinos com menos de seis meses de idade, reagentes ou não, foram analisadas pela reação em cadeia da polimerase precedida pela transcrição reversa (RT-PCR) para a pesquisa do BVDV. Em dois rebanhos o vírus não foi detectado em nenhuma amostra e a quantidade de animais reagentes ao vírus no teste de VN, principalmente nos animais jovens, diminuiu à medida que as colheitas foram realizadas. No entanto, no terceiro rebanho, a infecção permaneceu durante o período monitorado, pois o BVDV foi detectado em dois animais persistentemente infectados (PI) e também em um animal transitoriamente infectado (TI). O sistema de criação, bem como o intenso trânsito de animais, foram favoráveis à permanência da infecção nesse último rebanho. A dinâmica da infecção pelo BVDV foi variável nos rebanhos analisados, destacando a provável eliminação espontânea do BVDV no rebanho 1 e os fatores de risco relacionados à transmissão do BVDV, como a freqüente aquisição de animais de diversas procedências pelo rebanho 4, assim como a provável hipótese da infecção do rebanho 17 ter originado a partir do rebanho vizinho.

 

 

SUMMARY

 

Natural infection by bovine viral diarrhea virus (BVDV) was monitored in blood serum samples of three cattle herds. The samples were drawn in several harvests from each herd and submitted to virus neutralization test (VN) against BVDV-1 and BVDV-2. The non reactive samples to at least one of the genotypes and also those collected from calves younger than six months, were analyzed by reverse transcription polymerase chain reaction (RT-PCR). In two herds, BVDV was not detected in any blood sample and the number of reactive samples to VN test, especially young animals, decreased as the blood sample harvests were conducted. However, in the third herd, the infection remained during the monitored period, because BVDV was detected in two persistently infected animals (PI) and also in one transiently infected animal (TI). The cattle breeding system and intense movement of animals were favorable to the permanence of infection in this last herd. The dynamics of BVDV infection changed in the analyzed herds, highlighting the probable self clearance of BVDV in herd 1 and the risk factors related to transmission of BVDV, such as the frequent purchase of animals from different origins for herd 4, as well as the probable hypothesis that infection of herd 17 may have originated from the neighboring herd.

 

 




DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2012v28n2p105-117