TÍTULOS DE ANTICORPOS ANTI-HERPESVÍRUS BOVINO TIPO 1 (BoHV-1) DE BEZERRAS EM TRÊS REBANHOS LEITEIROS DO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL

S. P. GATTI, I. B. AFFONSO, F. C. DIAS, A. S. R. MEDEIROS, F. FERREIRA, S. I. SAMARA

Resumo


O herpesvírus bovino tipo 1 (BoHV-1) é um importante agente infeccioso dos bovinos responsável por expressivas perdas econômicas. Assim, o presente estudo teve como objetivo avaliar os títulos de anticorpos de bezerras nascidas e criadas, durante doze meses, em três propriedades, apresentando baixa, média e alta prevalência de BoHV-1, onde foram adotadas medidas de manejo sanitário. Os soros colhidos periodicamente foram analisados e titulados pelo teste de vírus-neutralização. Os resultados mostraram que em relação à vacinação das vacas e transferência da imunidade passiva, em rebanhos de baixa prevalência de BoHV-1, não existiram diferenças nos títulos de anticorpos colostrais entre filhas de vacas vacinadas e não vacinadas contra o BoHV-1. Entretanto, em rebanhos de média e alta prevalência de BoHV-1, os títulos de anticorpos maternos foram mais elevados nas bezerras nascidas de vacas positivas e vacinadas contra BoHV-1. Com relação à avaliação zootécnica e sanitária, foi observado que quando as bezerras são manejadas corretamente, mantidas com cuidados de higiene veterinária e alimentação balanceada, não sofrem infecção em quaisquer circunstâncias de prevalência de BoHV-1, ou seja, independentemente do rebanho apresentar baixa, média ou alta prevalência para este vírus, o manejo constitui uma ferramenta fundamental quando se tem por objetivo controlar e/ou erradicar o BoHV-1 do rebanho.


Texto completo:

Artigo na Íntegra - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2010v26n3p147-152