VALORES DE REFERÊNCIA E INFLUÊNCIA DO FATOR ETÁRIO SOBRE OS PARÂMETROS BIOQUÍMICOS UTILIZADOS PARA AVALIAÇÃO DA FUNÇÃO HEPÁTICA DE BUBALINOS HÍGIDOS DA RAÇA MURRAH

V. GOMES, K. M. MADUREIRA, M. G. BLAGITZ, J. N. GALDINO, G. C. VANTIM, F. J. BENESI

Resumo


Para o estabelecimento de valores bioquímicos de referência e verificação da influência do fator etário sobre os parâmetros bioquímicos para avaliação da função hepática de bubalinos hígidos da raça Murrah, utilizaram-se amostras de soro sangüíneo de 125 animais, distribuídos em 04 grupos experimentais, de acordo com a idade: 0 a 3 meses de idade (Grupo 1 – G1), 4 a 6 meses de idade (Grupo 2 – G2); 7 a 12 meses de idade (Grupo 3 – G3), e com idade superior a 01 ano (Grupo 4 – G4). Os constituintes bioquímicos estudados foram: enzimas gama glutamiltransferase (GGT) e aspartato aminotransferase (AST), além da verificação dos teores séricos da proteína total (PT), da albumina e das globulinas. As atividades das enzimas GGT e AST foram determinadas através da utilização de kits cinéticos ultravioletas e a leitura realizada em aparelho analisador bioquímico semi-automático. Os valores da PT e albumina foram determinados através da utilização de métodos colorimétricos e a leitura foi realizada em espectrofotômetro. O teor sérico das globulinas foi determinado pela subtração da albumina sobre os valores séricos de PT. A atividade da GGT foi de 35,9; 19,6; 25,1; e 33,3 UI/L, respectivamente, nos animais dos grupos 1, 2, 3 e 4, sendo significativamente maior nos G1 e G4. A atividade da AST menor nos primeiros meses de vida – G1 (92,3 UI/L), aumentando para 128, 177 e 143 UI/L nos animais dos grupos 2, 3 e 4, respectivamente. Os valores médios encontrados foram de 8,2; 7,0; 6,9; 7,7 g/dL de PT; 2,4; 2,2; 2,1; e 2,5 g/dL de albumina; e 5,8; 4,7; 4,7; e 5,1 g/dL de globulinas, respectivamente, nos animais dos grupos 1, 2, 3 e 4. Com base nos resultados obtidos, foi possível verificar a influência dos fatores etários nos parâmetros avaliados.

Texto completo:

Artigo na Íntegra - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2010v26n3p128-131