PRINCÍPIOS DA GUARDA RESPONSÁVEL: PERFIL DO CONHECIMENTO DE TUTORES DE CÃES E GATOS NO MUNICÍPIO DE PATOS DE MINAS – MG

I. M. A. RODRIGUES, G. N. CUNHA, D. P. LUIZ

Abstract


O relacionamento entre o homem e os animais está cada vez mais íntimo, porém essa ligação necessita de atenção especial. Cães e gatos demandam zelo, e para que a posse do animal seja guarda responsável é necessário que os tutores tenham perfil e comportamento adequado frente estes animais, além da consciência do manejo ideal para as espécies. O estudo teve como objetivo determinar o perfil de tutores de cães e gatos no Município de Patos de Minas – MG. Para tanto foram avaliados os aspectos que fundamentam guarda responsável por meio de um questionário estruturado aplicado a 300 tutores em seis bairros do município, durante dois meses, agosto e setembro de 2016. Para o tratamento dos dados coletados foi utilizada análise estatística descritiva pelo software Bioestat versão 5.3. A espécie encontrada com maior frequência foi a canina (81%) (243/300). De acordo com classificação racial os animais sem raça definida constituíam 57% (171/300) do total de cães e gatos. Apenas 16,66% (50/300) dos animais eram castrados. Os tutores quando questionados sobre bem-estar animal, a opção mais referida pelos entrevistados foi o fornecimento de água e alimento perfazendo 81,66% (245/300) das respostas. Maus tratos e abandono foram relacionados por 94% (282/300) dos tutores como crime e 22,66% (68/300) dos tutores afirmaram não deixar os seus animais irem para a rua sozinhos. A população investigada mostra-se ainda desinformada sobre quais os fundamentos da responsável, o que reflete em desafio e demanda para os órgãos públicos responsáveis e para os Médicos Veterinários, no sentido de informar e educar os tutores quanto às reais implicações de se ter e manter um animal sob sua guarda.



DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2017v33n2p64-70