SENSIBILIDADE IN VITRO A 11 AGENTES ANTIMICROBIANOS DE CEPAS DE Escherichia coli ISOLADAS DE GADO DIARREICO E MASTITICO COLHIDAS NO ESTADO DE SO PAULO, BRASIL.

A. BAPTISTA, J. M. MARIN

Abstract


A existência de resistência aos agentes antimicrobianos entre as bactérias tem-se revelado um sério problema o qual afeta o mundo inteiro. Teste de sensibilidade a antimicrobianos foi realizado em 150 cepas de Escherichia coli provenientes de gado diarréico, mastitico e saudável. Entre os 11 agentes antimicrobianos testados, a resistência mais freqüentemente encontrada foi para ampicilina, estreptomicina e tetraciclina, entre as cepas provenientes dos grupos diarréico e mastitico. As cepas provenientes do grupo controle se mostraram sensíveis a todos os agentes antimicrobianos testados. Multiresistência a dois ou mais agentes antimicrobianos foi mostrada em 30,0% das cepas provenientes do grupo diarréico e 14,0% das cepas provenientes do grupo mastitico. A potencialidade de transferência de resistência a antimicrobianos das bactérias entéricas dos animais para as populações humanas representa um motivo de preocupação. O levantamento de informações é fundamental na utilização racional de agentes antimicrobianos e deve possuir um monitoramento regular e contí nuo, evitando o aumento da resistência a antimicrobianos na flora fecal.
PALAVRAS?CHAVE: Escherichia coli. Resistência a antimicrobianos. Bovinos. Levantamento epidemiológico.



DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2006v22n1p31-36