DETECO DE STAPHYLOCOCCUS ENTEROTOXIGNICOS ISOLADOS DE LEITE DE CABRA COMERCIALIZADO NO ESTADO DE SO PAULO.

M. L. POIATTI, R. P. SCHOCKEN-ITURRINO, A. V. F. RAGAZANI, M. C. HATAYDE, G. R. GARCIA

Abstract


O trabalho teve por objetivo isolar Staphylococcus sp e detectar a sua capacidade de produção de enterotoxinas, a partir de 255 amostras de leite caprino ?in natura, pasteurizado e congelado, advindas de 3 propriedades localizadas no Estado de São Paulo, durante os meses de abril a outubro de 2000. Para o isolamento de Staphylococcus, seguiu-se a metodologia da APHA (1992). A verificação da produção de toxinas foi realizada pela técnica de sensibilidade ótima em placas, de acordo com ROBBINS et al. (1974). Foram isoladas 143 amostras de Staphylococcus sp, das quais 32,7% se foram coagulase positivos e 67,3%coagulase negativos. Dos coagulase positivos, 27,1% eram procedentes do leite ?in natura, 1,3% do leite pasteurizado e 4,3% do leite congelado. Das amostras isoladas do leite ?in natura, 10,6% produziram enterotoxinas estafilocócicas (SE) A e B, e 6,5% de A, B e C. Esses resultados assumem grande importância, uma vez que evidenciam o risco potencial que o leite pode representar à saúde pública, sobretudo se considerado que é utilizado ?in natura para manufatura de vários produtos artesanais.
PALAVRAS-CHAVE: leite de cabra, Staphylococcus coagulase positivo, qualidade microbiológica



DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2005v21n4p164-167